Motivos para aplicar uma armazenagem sustentável

É cada vez mais comum a sustentabilidade ser associada ao setor da logística. Quando falamos em armazenagem sustentável, pensamos na contribuição dos armazéns e centros de distribuição para manter o negócio da logística dentro da pauta ambiental, seja por obrigações legais seja por consciência.

Motivos não faltam para promover ações sustentáveis no negócio da armazenagem, sejam econômicos, estratégicos, políticos e até mesmo técnicos. Neste artigo, vamos explorar um pouco mais sobre a armazenagem sustentável para mostrar como ela é uma tendência muito bem-vinda no setor logístico. Boa leitura.

A logística sustentável

Como a nomenclatura bem sugere, a logística sustentável é aquela que usa racionalmente os seus recursos, respeitando a legislação e as demandas do meio ambiente, para tornar o negócio perene. Sustentabilidade se refere à longa duração da atividade econômica a partir do uso racional dos recursos, garantindo que eles sempre existam no futuro.

Este é um princípio norteador que deve ser aplicado tecnicamente ao longo de toda a cadeia logística. Cada etapa deve racionalizar seus passos a fim de diminuir o impacto ambiental de suas ações e contribuir positivamente nos resultados finais. Assim, tem-se um meio ambiente minimamente degradado e um serviço limpo, o que é aguardado por todos os stakeholders.

Uma série de ações pode ser tomada para tornar o processo de armazenagem mais sustentável e obter muitos ganhos. Por si só, a sustentabilidade é um grande incentivo para o setor, mas as vantagens podem ser exploradas de diversas formas. Entenda um pouco mais e veja alguns motivos para aplicar a sustentabilidade no seu negócio.

1. Aderir à pauta da sustentabilidade

O primeiro motivo é ideológico: a pauta da sustentabilidade ambiental, como um valor de um armazém ou centro de distribuição, tem o poder de mudar toda a cultura do negócio. Quando os princípios de respeito ao planeta e do uso racional dos recursos naturais fazem parte das preocupações da empresa, implantar ações sustentáveis fica bem mais fácil.

Funcionários de todos os níveis da gestão precisam ser sensibilizados e treinados para pensar de forma sustentável, colocando como horizonte a continuidade dos negócios da empresa em uma nova realidade ambiental.

2. Novas fontes de energia

Energia é uma das preocupações primárias da preservação ambiental. Toda geração de energia causa algum impacto no planeta, e a direção que o mundo tem tomado é a de geração de energia limpa, produzindo o mínimo de resíduos. Como um armazém é um grande consumidor de energia, usar diferentes fontes deve ser até uma prioridade.

Empilhadeiras movidas a baterias, o aproveitamento de luz natural, o uso de lâmpadas de LED e a racionalização do uso de combustível fóssil nos caminhões em operação ajudam a diminuir o consumo de energia de todas as matrizes, tornando a armazenagem mais sustentável. 

3. Novas práticas operacionais

Reciclagem, logística reversa, uso consciente da água, instalação de telhado verde, uso de painéis solares, uso eficiente do espaço dos galpões e outras práticas têm o potencial de diminuir o impacto ambiental da armazenagem.

Essas e outras soluções são frutos de estudos e de mudanças de cultura na sociedade e nas empresas. Elas dão uma nova perspectiva à armazenagem e a trazem para mais perto de demandas do setor, dos interesses da sociedade e do poder público. Adotá-las é direcionar a armazenagem para os objetivos da sustentabilidade.

A armazenagem sustentável coloca o meio ambiente como prioridade diante do negócio. Preservar os planeta e seus recursos é, dessa forma, de máxima importância para a perenidade de armazéns e centros de distribuição.

Siga-nos nas redes sociais e assine nossa newsletter para receber nossos conteúdos por e-mail.