Como escolher empilhadeiras com o melhor custo x benefício

A escolha da empilhadeira ideal para qualquer negócio que requeira movimentação de carga é crítica para o seu sucesso. Afinal, são as empilhadeiras que vão manter a empresa em operação para colher os resultados projetados em seu planejamento.

Economizar nos modelos ou, no caminho contrário, adquirir a mais tecnológica e cara do mercado podem não ser escolhas apropriadas. O que deve ser considerado é o custo x benefício da compra: as empilhadeiras devem entregar aquilo que a empresa necessita por um valor que seja compatível. 

Vamos explorar um pouco esta situação no artigo abaixo para você tomar a melhor decisão na hora de adquirir empilhadeiras para o seu negócio. Aproveite a leitura.

Sempre em movimento

Como mencionamos, as empilhadeiras precisam estar sempre em operação para gerar receitas para o empreendimento. Máquinas paradas são menos cargas movimentadas, ou seja, operações mais escassas e, consequentemente, mais ociosidade da capacidade produtiva.

Neste raciocínio, empilhadeiras com boa durabilidade tendem a entregar o melhor resultado para a empresa. Mas a operação também depende dos atributos da máquina e do compromisso do seu fabricante, que também são pontos que precisam ser relacionados nessa análise de eficiência do uso dessas máquinas.

Nosso ponto é que, para chegar a uma boa análise de custo x benefício, é necessário relacionar a longevidade do uso da empilhadeira com outros atributos, que listamos abaixo.

Melhor custo x benefício

1. Qualidade da empilhadeira

A qualidade da empilhadeira vai impactar diretamente no trabalho que ela se predispõe a fazer. Quebras, desgastes excessivos, falta de simplicidade no manuseio revelam uma máquina sem qualidade que pode reduzir a eficiência de uma operação logística

Qualidade é um dos fatores que incidem diretamente sobre o preço das coisas. Você pode até encontrar produtos ruins com preços altos, contudo jamais encontrará produtos bons com preços muito baratos (se encontrar, desconfie!). Portanto, uma empilhadeira de qualidade tem uma faixa de preço maior do que uma com menos capacidade e maior e chances de apresentar problemas.

2. Eficiência operacional

Este ponto está ligado ao fabricante de empilhadeiras. Ele precisa estar conectado ao seu negócio e fornecer o equipamento para suprir suas necessidades. É preciso confiança na marca que pretende lhe atender para que, ao longo da relação comercial, sejam dadas soluções em todos os aspectos do uso da máquina.

Assim, vale analisar manutenção das empilhadeiras, capacidade de expansão da frota, acesso a peças de reposição, etc. Eficiência operacional depende dessa visão macro a respeito do equipamento adquirido.

3. Pós-venda

O pós-venda é uma extensão do serviço e parte muito importante da relação custo x benefício. A aquisição de empilhadeiras é um investimento em um patrimônio, que precisa de uma atenção especial do fornecedor. 

Isso se mede com a facilidade de acesso ao fabricante, com abertura de canais de comunicação e horários de trabalho; garantias de respeito de contrato, atendimento preciso sempre que solicitado e o compromisso com a manutenção da qualidade do equipamento vendido. O pós-venda é um item intangível para a análise do custo x benefício na hora de adquirir uma empilhadeira.

Como deu para perceber, para escolher empilhadeiras com o melhor custo x benefício, é também necessário se afastar da máquina em si e considerar outros aspectos que se relacionam à sua comercialização. Assim, o dinheiro empregado na compra das empilhadeiras também adquire alguns serviços que vão além do que a máquina faz.

A melhor escolha é aquela que não gera arrependimentos e entrega tudo que foi prometido.   

Se você procura empilhadeiras de qualidade para o seu negócio, entre em contato com a nossa equipe para conversamos sobre a marca Paletrans. Aguardamos o seu contato.